adfpg1-30-03-2012A Associação dos Deficientes Físicos de Ponta Grossa conseguiu o certificado de instituição de ensino básico e profissionalizante. Atualmente a ADFPG conta com atividades esportivas e culturais.

A Associação dos Deficientes Físicos de Ponta Grossa (ADFPG), fundada há 26 anos, recebeu em setembro de 2011 um certificado de escola feito pela Secretaria Municipal de Educação. Com esse certificado a ADFPG pode oferecer um espaço pedagógico além das opções culturais e esportivas aos associados.

 A principal luta da ADFPG para 2012 é superar as restrições burocráticas para a construção do centro de reabilitação, que pretende atender a todos os portadores de deficiência  da região dos Campos Gerais, afirma o presidente da instituição, Marcos Aurélio Soares.

“Passamos a ser reconhecidos como escola pelas novas atividades desse ano. Até inauguramos uma turma de produção gráfica com os softwares AutoCad e CorelDraw”, diz   Soares. Segundo a diretora da associação, Maristela Zoldan, a instituição tornou-se também uma escola de educação básica e profissional para os deficientes físicos.

Há dez anos na ADFPG, Ronaldo Ramos Alves conta que gosta da nova sede pelo espaço e em função dos novos serviços oferecidos. “Gosto das aulas de educação física e música, onde fico mais à vontade.” diz Ronaldo.

O convênio com os governos municipal, estadual e federal permitiu ampliar os serviços oferecidos aos usuários, como o direito a aulas de fonoaudiologia, fisioterapia, psicologia, pintura e música. A ADFPG tem aumentado a carga horária dos associados mediante as novas atividades que surgiram com o certificado de instituição de ensino.

A ADFPG funciona no horário das 8h às 17h com aulas exclusivas para os associados, que atualmente somam 130 pessoas.

alt

alt

ADFPG já prevê obra do Centro de Reabilitação no início de 2011