A Associação dos Deficientes Físicos de Ponta Grossa completou 28 anos de atendimento no dia 1º de março. Hoje, ADFPG possui sede própria no Bairro Shangrilá, oficialmente inaugurada em 22 de outubro de 2010. O espaço possui salas de aula, sala para curso de informática e artesanato, fisioterapia e também um salão de eventos.


No ano de fundação, 1986, a Associação realizava as atividades em uma das salas da Igreja Santa Terezinha, com a ajuda da Irmã Maurícia. Depois, a ADFPG passou a atender na sala do Centro de Ação Social (SOS), na Prefeitura.


A assistente social da entidade, Ana Teresa da Cruz, lembra que não existiam muitas pessoas envolvidas. "Através de doações e do trabalho de voluntários, a ADFPG conseguiu se estabelecer como pioneira no Paraná no atendimento ao deficiente físico", declara.


Os associados são pegos em casa pela kombi da instituição, alguns fazem aulas para escolarização em convênio com o CEEBJA. Outros participam dos cursos e atividades da entidade. "A minha alfabetização eu comecei, mas vim terminar para cá. Hoje eu estou fazendo inglês", afirma Seu Chico, associado há mais de 22 anos.


Segundo Ana Teresa, a sede própria se concretizou com a concessão dos espaços de lanchonete do Parque Estadual de Vila Velha e da Rodoviária. A entidade mantém convênios com a Pró-Amor, da Secretaria de Saúde do Governo Municipal, com o Departamento de Educação Especial do Governo do Estado e de cofinanciamento do Governo Federal.

 
"Os convênios existem, mas ainda falta muita ajuda. Falta profissional especializado para trabalhar com os deficientes", atesta Ana Teresa.

Arquivo Comunitário: ADFPG comemora encerramento de curso de informática