Nova sala do clube de mãe comporta o bazar permanente e é um ponto de encontro para as reuniões da AMME

 

Ficou pronta neste mês a nova sede do Clube de Mães, que integra as dependências da Associação Ponta-grossense de Assistência à Criança com Deficiência (APACD), no bairro Órfãs. A sala foi cedida, em agosto passado, pelo atual presidente Marcelo Degraf.

A compra do material para montar o espaço foi custeada por ações da Associação de Mães de Menores Especiais (AMME). As integrantes realizaram, ao longo dos últimos meses, eventos para arrecadar recursos, como bazares, dia do pastel e venda de lasanhas. Outros recursos foram obtidos a partir do apoio de integrantes da APACD. É o caso do presidente da instituição, que custeou os gastos com pedreiros.

Luciane Gross Mazureck, presidente do Clube de Mães, explica que agora as mães possuem um espaço de bazar permanente. “Há uma entrada independente pela rua dos fundos da APACD, facilitando o acesso para a comunidade que antes tinha de atravessar o prédio da instituição”, complementa.

Segundo a presidente do Clube de Mães o que falta é um freezer para conservação dos congelados vendidos pela entidade. O Clube de Mães é um dos projetos desenvolvidos pela AMME. A Associação, que reúne mães de crianças atendidas pela APACD, realiza diversas atividades de apoio às famílias.

No mês de dezembro, Tatiana Alves, integrante da AMME, foi convidada a participar da bancada de direção da APACD. “Agora temos uma mãe representante na direção que faz a conexão entre a diretoria e o conselho de mães”, conta Célia.

A integração também se dá através da participação de mães nas atividades da APACD. É o caso de Geanine Heuer que administra a oficina ortopédica.

Os trabalho de avaliação e planejamento das atividades para 2017 já tiveram início. A direção da APACD realizou, na terça-feira, dia 06/12, uma reunião com essa finalidade. Na mesma data, teve início o bazar interno destinado aos pais.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar