alt

Com a ajuda de uma verba repassada pelo Conselho de Assistência Social, a Apadevi reformou seu laboratório de informática.

Foram instalados cinco novos computadores, com telas maiores, que ajudam os alunos com visão parcial no trabalho com o equipamento.


A entidade atende pessoas de Ponta Grossa e região e sua principal tarefa é integrar a pessoa com deficiência na sociedade e aumentar sua auto-estima.


Mediante a verba disponibilizada pelo Conselho de Assistência Social, a Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Visuais (Apadevi) conta agora com cinco novos computadores em sua sala de informática. A Apadevi conseguiu o recurso por meio de seu representante no Conselho, Mauro César Dankosky.

De acordo com a diretora da Apadevi, Cilmara Buss de Oliveira (foto), a verba para compra de materiais é disponibilizada anualmente, e os recursos não são grandes. “Sempre que podemos, enviamos projetos, buscando adquirir materiais e verbas para melhorar a estrutura”.

Segundo o professor da entidade, Willian Lobo, a principal melhoria é que os novos equipamentos possuem telas LCD de 22 polegadas. De acordo com Lobo, as telas antigas, por serem de 14 e 15 polegadas e não planas, dificultavam o trabalho dos alunos que possuem deficiência parcial, pois além de a tela ser pequena, a imagem fica embaçada.

Em relação aos programas instalados no computador para possibilitar a utilização por parte de pessoas sem nenhuma visão, não houve mudança. Segundo Lobo, não há muitas opções de softwares para cegos e alguns são muito caros.

Estes programas fazem a leitura das telas dos computadores, para que as pessoas com deficiência visual possam conhecer o sítio em que estão entrando e qual o seu conteúdo.
O Jaws e o Dosvox leem tudo que aparece na tela do computador e o Helpblain é como um treinamento de digitação para pessoas com deficiência visual -  ensina o cego a conhecer o teclado.   

Com apenas nove anos e com deficiência visual de nascença, Matheus Maçaneiro de Oliveira afirma que, apesar da deficiência, tem muita imaginação e por isso adora as aulas de informática da Associação. “O mais legal é entrar na Internet, ouvir as notícias e brincar em sites com jogos de carros”, diz Matheus.

O que é Apadevi?
Desde 1985 a Apadevi atende as pessoas com deficiência visual de Ponta Grossa e região. Cerca de 220 pessoas freqüentam a Apadevi e são atendidas pelos 14 professores da entidade. A função é auxiliar e orientar o cego na sociedade, garantindo sua autonomia.