Imprimir

Em março deste ano, aconteceu o concurso Revelando Talentos: Caravana da Alegria, promovido pela entidade filantrópica Aplicef (Associação Pontagrossense de Lideranças Comunitárias e Entidades Filantrópicas) aconteceu em quatro bairros da cidade levando a premiação de quatro mil reais para os vencedores de diversos gêneros musicais. Com o final do concurso, muitos talentos musicais da região dos Campos Gerais foram revelados.

 

O então presidente da Aplicef, Gerson de Paula (também apresentador do programa), decidiu transformar o concurso num programa televisivo em que continuasse o processo de atrações musicais. Em novembro foi lançado no canal 14 da emissora TVM o programa “Revelando Talentos”.

Desde então já passaram mais de 80 cantores e músicos de vários estilos musicais. Para o presidente da entidade, trazer a palco artistas locais é uma maneira de mostrar para a cidade o potencial artístico musical que Ponta Grossa possui: “Não tenho dúvidas eles precisam somente de oportunidade para mostrar seu valor e isso estamos tendo por parte da emissora”.

O trio de musica caipira “Sino, Sininho e Paraná” que se apresentou na segunda fase do concurso organizado pela Aplicef, e também compareceram há uma das edições do “Revelando Talentos na Tv”.

Para eles, que já participaram de vários concursos musicais da cidade, a iniciativa é uma maneira de divulgar o trabalho de quem ainda não é conhecido e também de financiar uma possível carreira. Sebastião Silva, conhecido como “Paraná”, um dos violeiros do grupo, diz que em um dos concursos em que foram ganhadores, ajudou para que lançassem o primeiro cd da carreira deles.

Um dos estilos musicais que ganhou destaque durante o concurso Caravana da alegria foi o gospel. Otoniel Santos que participou como jurado afirma que um programa como o Revelando Talentos colabora com o desenvolvimento do cantor e também é um fator importante para sair do anonimato “a iniciativa da Aplicef é o que estava faltando em Ponta Grossa. Mesmo com shows em praça pública, os cantores que existem aqui na região são desconhecidos e trazer isso ao público com certeza é uma iniciativa muito importante”.

Acessos: 1969