Em todo o percurso, uma "carta aberta" foi entregue à população, com agradecimentos ao apoio e informações sobre os motivos da continuidade da greve

Professores dos colégios estaduais e também da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) se reuniram na Praça Barão de Guaraúna, em frente da Igreja dos Polacos, nesta quinta-feira, dia 14, para iniciar mais um dia fora das suas salas de aula. Após algumas falas expressando revolta com a forma como o governo se coloca em relação às condições atuais e futuras da educação no Paraná, os docentes saíram em caminhada até o Parque Ambiental.

 

Arquivo comunitário
02/05/2015 - População de Ponta Grossa repudia violência aos professores
07/05/2015 - Educação pública segue paralisada; greves já somam seis semanas em 2015