imagem1_reportagem2_diandranunesAs aulas do curso de marcenaria começaram em março e têm previsão de encerramento para o final de junho. Antes do término das atividades, a entidade doou os móveis produzidos para pessoas de baixa renda.

 

No dia 14 de junho, o curso de Geração de Mão de Obra para Marcenaria, desenvolvido pelo Astrama, fez a entrega de 500 camas de casal e de solteiro para a Prefeitura Municipal. Os móveis serão distribuídos pela Rede Sócio Assistencial de Ponta Grossa às comunidades carentes e abrigos da cidade. O curso foi realizado a partir de um convênio com a Divisão de Serviços Especiais do Centro de Ensino e Qualidade Profissional.

“As camas foram entregues a pessoas carentes, que estão em áreas de risco ou perderam seus móveis por causa  da chuva”, explica o professor de marcenaria, Adão Rodrigues. A assistente social do Astrama, Karine Lima, conta que curso é direcionado para egressos do sistema penitenciário e pessoas carentes. O projeto oferece oportunidade de trabalho e de renda para as pessoas participantes.

“Todos os alunos que participaram do curso vão ganhar certificado de participação”, diz o professor Adão Rodrigues. Entretanto, ele ainda não sabe se o projeto terá continuação no segundo semestre, a realização depende dos convênios estabelecidos pela entidade. Rodrigues completa que, por enquanto, só as camas foram produzidas, mas que a proposta é construir móveis como balcões para cozinha.

Sandra Oliveira participa das aulas desde o início e explica que nunca tinha trabalhado com marcenaria antes. “Gostei muito de fazer o curso”, relata. Depois do término dos econtros, Sandra pretende atuar na área. As aulas foram realizadas na sede do Astrama na Casa da Acolhida em Uvaranas na Rua Doralicio Correia, 316.

Arquivo comunitário: Ação da Astrama visa a reintegração de egressos da penitenciária

alt