O projeto Astrama (Associação de Trabalhos Manuais São José: Artes, Tecidos e Madeira) retomou parte de suas atividades. Há pouco mais de duas semanas, o trabalho voltou a ser realizado em um barracão na Vila Vicentina.

O retorno se dá com a produção de tijolos ecológicos e  atendimento das demandas de marcenaria. A produção é feita por ex-presidiários, e o trabalho é uma oportunidade para inserir novamente as pessoas na comunidade.

A iniciativa tem vínculo com a Incubadora de Empreendimento Solidário (IESol), que contribui para a viabilidade e permanência da associação. O objetivo é a geração de trabalho e renda para uma parcela da população que se encontra em situação de risco social.

A associação conta com oito pessoas e tem parceria com a Caritas Diocesana de Ponta Grossa.

Arquivo comunitario

18/09/2012 - Astrama produz móveis sob encomenda

02/01/2012 - Ação da ASTRAMA visa à reintegração de egressos da penitenciária