A greve dos bancários completou dois dias. Em Ponta Grossa, a adesão dos trabalhadores ainda não é total. Mas o Presidente do Sindicato Gilberto Lopez Leite acredita que a participação está dentro do esperado. “A adesão é satisfatória e mantém a média Nacional”, afirma.

Quatro agências da rede privada estão paradas, bem como todas as unidades do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Os serviços de atendimento estão interrompidos, exceto os caixas eletrônicos, onde os clientes podem efetuar operações de saque e depósito. Os correspondentes bancários também funcionam normalmente.

Para o bancário Francisco Élio, a tendência é que aumente a participação dos trabalhadores a partir da próxima semana. “A expectativa é que aumente a adesão em mais agências”, relata. Entretanto, ele não acredita que todas as reivindicações serão atendidas pela Federação.

Entre as reivindicações dos trabalhadores está a valorização do piso salarial, mais segurança e melhores condições de trabalho como o fim do assédio moral e das metas abusivas. A Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) ainda não apresentou uma proposta aos trabalhadores, que mantém a paralisação em várias regiões do País.

Bancarios2309

Arquivo Comunitário:
06-05-2013: Bancos Ignoram cobranças sindicais
09-10-2009: Agências privadas reabrem e bancos públicos decidem hoje o futuro da greve