O documentário "Doze meses de resistência: A terra como horizonte de vida" será lançado oficialmente neste sábado, dia 08/07, às 18h, no Acampamento Maria Rosa Do Contestado (MST), em Castro.

Mídias populares

Apresentação

O processo de nomeação de ruas na cidade de Ponta Grossa é feito através de um projeto de lei aprovado pela Câmara dos Vereadores. Para uma rua ser nomeada, o processo pode ocorrer de duas maneiras.

Quando o nome da rua se deve a uma homenagem a alguém já falecido, o morador interessado deve levar à Câmara de Vereadores o currículo da pessoa a ser homenageada e encontrar algum vereador que queira fazer a nomeação.

A outra situação é quando o nome vem direto do Poder Executivo, ou seja, encaminhado pela Prefeitura. Nesse caso, cabe ao vereador apenas fazer a nomeação de alguma rua que não tenho nome oficial.

O vereador Romualdo Camargo (PSDC) explica que normalmente a Câmara dá nomes de pessoas e a Prefeitura nome de plantas, animais e minerais às ruas.

O primeiro passo para nomear uma rua é ir até a Câmara de Vereadores e pedir para que um vereador aceite fazer a lei de nomeação.

Feito isso, o vereador irá até o Departamento de Urbanismo da Prefeitura para saber se existe disponibilidade de ruas. Verificada a disponibilidade, o vereador leva a lei até a Câmara, a mesma é promulgada, e a rua passa a existir oficialmente.

Após a lei ser promulgada, ela é enviada para o setor da Prefeitura responsável por fazer o cadastro técnico. Em seguida, é verificado o local de onde parte o nome da rua e até onde ele vai. Cumpridas todas essas etapas, o setor de informática atualiza o mapa da cidade, e a nova rua é publicada no Geoportal da Prefeitura.

Próximo bloco: Pesadelo da vida real

Bloco anterior: Sem legalização, “Rua” Beira Rio está fora do mapa da cidade