Imprimir

boavista1-10-06Moradores da Rua Otávio Palhano, no Jardim Monte Carlo, importante via de acesso à PR-151, reclamam que a falta de calçamento tem criado transtornos aos residentes locais. Em épocas de clima seco, a situação se agrava.


Habitantes da Rua Otávio Palhano, no Jardim Monte Carlo, reclamam das doenças e incômodos causados pelo pó nessa que é uma das únicas saídas da zona norte de Ponta Grossa para a PR-151, que dá acesso ao entroncamento ferroviário da cidade.

Segundo residentes, em 2009 a Companhia Pontagrossense de Serviços (CPS), começou o processo de abordagem dos moradores para ver se estes gostariam de receber a obra asfáltica. “Aqui só asfaltaram uma quadra da rua, a mais próxima da PR, onde fica uma trasportadora”, fala José Rodrigues do Nascimento Santos, morador do Jardim Monte Carlo há 18 anos.

Santos conta que um terreno que possui grandes dimensões e que pertence à Prefeitura impede que a conclusão da obra seja realizada. “Só três moradores da rua não concordaram em pagar a colocação do asfalto. E pra que a pavimentação aconteça é necessário que ao menos 50% dos moradores da rua concordem em pagar pela obra, o que se sucede aqui”, relata.

Rosana Nunes Ferreira, moradora da vila, conta que recentemente teve que gastar cerca de 100 reais em medicamentos com ela e com seu filho de dois anos, pois ambos tiveram problemas respiratórios agravados por conta da grande quantidade de pó.

“O que gasto com remédios dava pra pagar tranquilamente o asfalto. Não tem como secar roupa e nem limpar muito a casa, porque tudo suja de novo rapidamente. Meu filho não pode nem brincar fora de casa por causa da grande quantidade de pó”, declara.

“A CPS alega que os moradores da parte de cima da rua não quiseram o asfalto, o que é mentira, pois fizemos um abaixo-assinado e encaminhamos o pedido à Prefeitura”, diz Doralice de Jesus Soaras, moradora da vila há 19 anos.

O diretor presidente da CPS, Celso Augusto Sant'Anna, informou que as demais quadras da Otávio Palhano que estão entre as ruas Eduardo Pikunas e M e entre a ruas Eduardo Pikunas e Lídia Scheidt, serão futuramente retrabalhadas.


Categoria: Boa Vista
Acessos: 4238