Na reunião do último sábado, 9 de maio, os integrantes do Fórum Social em Defesa de Políticas Públicas fizeram um balanço das conquistas sobre a questão do transporte público em Ponta Grossa. A discussão da implantação do aterro sanitário na cidade também teve destaque. O lançamento oficial do Fórum acontece na próxima quinta-feira, dia 14, às 16 horas, na Câmara de Vereadores.

A Fundação Municipal Proamor de Assistência Social é uma entidade vinculada à Secretaria Municipal de Assistência Social e não possui fins lucrativos. Com personalidade de Direito Público Interno e tempo de duração indeterminado, tem por finalidade coordenar, fiscalizar e executar as políticas municipais de promoção social básica aos portadores de deficiência, à criança e adolescente e aos idosos, conforme diretrizes estabelecidas pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

O Departamento do Deficiente mantém convênio com entidades especializadas no atendimento às pessoas com deficiência, regularmente constituídas e cadastradas no Conselho Municipal de Assistência Social e Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, com objetivo de repassar recursos financeiros para a manutenção dos programas. São elas:

ACAp – Associação Comunitária de Apoio ao CEPRAF Geny de Jesus Souza Ribas
ASSARTE – Associação Artesanal do Excepcional de Ponta Grossa
APADEVI – Associação de Pais e Amigos do Deficiente Visual
APEDEF – Associação Pontagrossense de Esportes para Deficientes
APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais
ADFPG – Associação dos Deficientes Físicos de Ponta Grossa
APPDF – Associação Pontagrossense de Portadores das Deformidades Faciais
APROAUT – Associação de Proteção dos Autistas
AADFVV – Associação de Assistência ao Deficiente Físico Vila Velha
APACD – Associação Pontagrossense de Assistência à Criança Defeituosa
IEDC – Instituto Educacional duque de Caxias – Departamentos Recanto Maria Dolores e Lar Odilon Mendes

A Fundação atende também,diretamente, pessoa com deficiência (PcD) para: cadastramento e encaminhamento ao INSS de Benefício de Prestação Continuada previsto pela Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), cadastramento para isenção tarifária do transporte coletivo urbano e atendimento do transporte especial para cadeirantes com 4 veículos adaptados com elevador.