O sindicato dos comerciários negocia com empresários de quatro cidades da região o atraso no cumprimento das Convenções Coletivas de Trabalho, CCT.

O acordo firmado em maio e junho deste anos ainda não está sendo aplicado em Castro, Arapoti, Carambeí e Prudentópolis.

O CCT é um pacto trabalhista para o estabelecimento das regras de relações de trabalho.

Segundo o presidente do sindicato, João Vandelin, o CCT deveria ser fechado semana passada, mas os problemas com relação ao acordo de aumento entre empregadores e empregados atrasaram o processo.

O objetivo é ajustar o aumento em 9%, e para quem ganha piso salarial 12%. Ponta Grossa e Telêmaco Borba já se adequaram às convenções.

Arquivo Comunitário:

15/06/13 - Regularização da profissão do comerciário traz benefícios à categoria