A Unidade de Saúde Egon Roskamp, no Núcleo Santa Paula, passou a ter atendimento até às 19h a partir do dia 1º de agosto, segundo Eloiza de Souza Alves, da Secretaria de Saúde. O expediente de trabalho, que era realizado até às 17h, foi ampliado para tentar dar conta da demanda do bairro.

Poltronas de cores diferentes facilitam o atendimento na UPA - Foto: Divulgação

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Santa Paula há mais de dois anos trabalha com o sistema de classificação de risco em que os pacientes, ao chegarem, são examinados pelos enfermeiros que definem qual nível de risco de cada um. Na própria unidade, tem um banner explicando o significado de cada cor e como é feita a classificação de risco.

Localizado no Santa Terezinha, o Residencial Buenos Aires é recente e apresenta problemas para os moradores (Foto: Nathasja Rotter)


Inaugurado em 10 de agosto do ano passado, com 404 casas, o conjunto Buenos Aires já apresenta problemas de segurança. No residencial, que fica no bairro Santa Terezinha, bastante afastado do Centro da cidade, muitos assaltos e tentativas de invasão das residências têm sido registrados. A recorrência de registros assusta os moradores uma vez que boa parte deles passa o dia fora de casa, precisando reforçar a segurança doméstica. Os que ficam contam que não saem para cuidar da casa ou por medo de sofrer alguma violência na rua.

Moradores do Conjunto Habitacional Gralha Azul reclamam de poucos horários de ônibus. O itinerário é de hora em hora, com destino ao Terminal Nova Rússia.

Loteamentos habitacionais em Ponta Grossa são inaugurados sem estrutura básica no entorno. O Conjunto Residencial Gralha Azul, próximo ao Centro de Eventos, é um exemplo disso. Inaugurado em 2011, o primeiro loteamento da cidade recebeu escola e posto de saúde somente em 2015. Problemas com o sistema de transportes segue como a principal reclamação dos moradores.

 

Nos últimos meses a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Santa Paula tem registrado um significativo aumento no volume de pacientes. A unidade projetada pelo Ministério da Saúde para atender 7 mil casos de urgência e emergência, cerca de 233 pacientes por dia, esse ano chegou a quase 600 pacientes em dias mais cheios.

 O público ajudou a complementar os causos com suas próprias lembranças

O Centro de Convivência do bairro Santa Paula (CECON) recebeu nesta quarta feira, dia 21, uma roda de histórias promovida pelo III Festival de Contadores de Histórias, em parceria com a fundação ProAmor. O grupo da terceira idade pôde prestigiar a apresentação dos contadores paulistanos Zé Bocca e Marcos da Silva.

O Santa Paula é um dos bairros com maior número de habitantes de Ponta Grossa, com aproximadamente 12 mil habitantes, os moradores o consideram uma cidade. Mas mesmo com o tamanho, eles reclamam da falta do que fazer, principalmente nos finais de semana.

O Centro de Convivência (CECON) do bairro Santa Paula recebe nesta quinta-feira, dia 16, atividade do II Festival Nacional de Contadores de Histórias, que acontece esta semana em Ponta Grossa e região. A sessão do Eu conto...Você conta acontece amanhã, às 11 horas, e propicia momentos de contação de histórias para grupos da terceira idade em parceria com o Sesc e o Departamento do Idoso da Fundação Proamor.

Nesta quarta-feira, dia 8, inicia o curso de danças gaúchas de salão na Associação de Moradores do Santa Paula. O curso, promovido pela Academia de Danças Gaúchas Campeiros da Tradição, tem duração de seis meses e ocorre toda quarta, às 20 horas.

Cerca de quarenta e cinco crianças entre onze e quatorze anos, que estudam na rede pública de educação, recebem aulas de musicalização em seus contraturnos escolares. O projeto oferece aulas de canto, violão, escaleta e flauta.