Após abaixo assinado organizado pela associação de moradores do Santa Paula, reivindicando melhorias referentes à segurança, Prefeitura cogita barracão ao lado da pista de skate do bairro, para sediar a segunda unidade de polícia, que será implementada na região.

A falta de policiamento e segurança no Santa Paula preocupa os moradores da região. O índice de ocorrências no bairro, conforme o Capitão da Polícia Militar (PM) de Ponta Grossa, Vanadir Delalibera, é um dos mais altos da cidade, cerca de 63 semanais.

Em busca de resolver o problema, a prefeitura vai ceder o espaço do barracão que fica ao lado da pista de skate do Núcleo Santa Paula para a implantação da 2ª sede Companhia da Polícia Militar.

O presidente da associação de moradores, Osmar José Cordeiro, conta que a população do bairro organizou um abaixo assinado reivindicando melhorias referentes à segurança.

Na última semana, o prefeito Marcelo Rangel se reuniu com representantes do 4º Comando Regional da Polícia Militar (CRPM) para discutir a instalação da nova sede da Polícia no Santa Paula.

A moradora Jussara Pedroso justifica a necessidade da nova unidade de polícia como uma forma de oferecer conforto aos moradores: “a criminalidade não acaba de uma hora para a outra, mas o maior número de policiais no bairro fará o bandido pensar duas vezes antes de agir”.

Para ela, o local discutido para sediar a PM é estratégico pois oferece fácil acesso às demais regiões do Contorno.

Inicialmente, a ideia era construir a 2ª sede da PM próxima ao Posto de Saúde do Santa Paula, mas, por comprometer o terreno que pode dar espaço à construção de um estacionamento para o Posto, a prefeitura optou pelo barracão ao lado da pista de skate.

O comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar, major Edmauro de Oliveira Assumpção, explica que o local cogitado é bom, porém precisa passar por uma avaliação e, após isto, uma reforma, para se adequar às necessidades e padrões da Polícia.

A conclusão da obra e início das atividades da sede não têm previsão definida.

Segundo informações do Capitão Delalíbera, apesar da certeza do local e implantação do serviço no Santa Paula, questões legais precisam ser resolvidas pelo Executivo de PG, para que então seja feita a liberação do espaço e obras necessárias.

Arquivo Comunitário: Projeto de trazer policiamento ao bairro não tem lugar definido

Santa Paula reivindica melhorias no atendimento da PM e módulo policial no local

{youtube}T_18jqbjoHw{/youtube}