Imprimir

No Colégio Estadual Professor Meneleu de Almeida Torres, um projeto da equipe multidisciplinar objetiva valorizar a cultura negra na comunidade. A ideia do projeto é fazer os alunos, que estudam no “Meneleu”, valorizar a cultura negra, e se autodeclarar negro, a partir de iniciativas realizadas durante o ano todo.


O projeto “Valorização da Cultura Negra Através da Fotografia” é de inciativa da bibliotecária do Colégio, Deise Machado, e conta com participação de mais 14 pessoas, entre professores e funcionários, para criar uma identidade cultural da pessoa negra.

Machado comenta que a valorização da cultura negra pelas crianças é algo que deve ser trabalhado, já que muitas têm vergonha do histórico e de sua cor.

“Vemos muitos alunos alisando cabelo e passando maquiagem, parece que têm vergonha de serem negros”.

Para a professora de história do Colégio, Rosani Morais, o projeto pode fazer que os alunos aprendam mais sobre a história do país, além de aprender mais sobre a cultura negra brasileira.

“Vemos que muitos têm interesse, mas não sabem onde pesquisar nem quem ouvir”. Morais comenta que a importância do projeto está no futuro dos estudantes. “Se eles não sentirem vergonha de quem são, podem acabar quebrando vários paradigmas”.

O projeto teve início no dia 13 de maio, dia em que foi abolida a escravidão, e tem planejamento de finalizar os trabalhos no dia 20 de novembro (quando se comemora o dia da Consciência Negra) com uma exposição fotográfica de retratos dos alunos e comunidade no Núcleo Regional de Educação de Ponta Grossa.

*Esta matéria foi produzida no início do mês de junho, mas, por problemas de ordem técnica, acabou não aprecendo entre as publicadas naquele momento. Pedimos desculpas pela falha aos leitores do Portal Comunitário e, especialmente, aos professores e estudantes do Colégio Meneleu.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Categoria: Cultura
Acessos: 1011