O jornalismo produzido para internet possui diferenciais em relação aos suportes tradicionais como os veículos impressos, rádio e TV. Uma das peculiaridades da web é a hipertextualidade – modo de navegação através de links - que permite ao público fazer escolhas no momento da leitura ao clicar em um texto, uma imagem ou vídeo que o direcione para outra página.

  Um benefício da utilização dos links é a possibilidade dos usuários aprofundarem o conteúdo da matéria jornalística com apenas um clique, sem precisar buscar informações complementares em outros sites. Essa função permite tornar o jornalismo mais dinâmico e contribui para que os internautas fiquem mais tempo no portal ao acessarem facilmente outras páginas.


No Portal Comunitário esse recurso é pouco explorado. Os links podem aparecer no texto: no início, no meio ou fim. No Portal, o recurso é utilizado apenas nas reportagens especiais – com a função de navegação por blocos e, algumas vezes, ao final do texto com o Arquivo Comunitário. Os links poderiam aparecer embutidos no texto, uma vez que o Portal já tem um banco de dados de cinco anos. Por exemplo, ao mencionar uma entidade comunitária, esse nome poderia ser um link que ao clicar direcionasse o leitor para as demais notícias do grupo.


Outra característica a ser melhorada é a sinalização dos links. Para que o usuário acesse ao hipertexto é necessário que o identifique facilmente, com uma cor diferenciada do restante do texto (isso acontece no Portal Comunitário apenas se o leitor colocar o cursor sobre o link).


Outro problema identificado e que requer atenção são os links quebrados, quando não há um direcionamento correto. Na reportagem Esgoto a céu aberto prejudica moradores da Ronda, ao clicar em próximo bloco o leitor é redirecionado para uma página de erro. O link para o áudio da Antena Comunitária que aparece atualmente na página inicial também não está funcionando corretamente, impossibilitando o acesso.

Multimidialidade
Outra peculiaridade da internet é a possibilidade de apresentar conteúdo em diferentes formatos tais como texto, áudio, fotografia, vídeos e infográficos em uma mesma plataforma. Recentemente o Portal Comunitário tem ampliado o conteúdo multimídia com a utilização de vídeos nas reportagens especiais. Esse é um fator muito positivo, pois torna o portal atraente e fornece novas possibilidades de informação.


Embora possa agregar qualidade, os vídeos algumas vezes podem ter dados conflituosos com o texto jornalístico. Esse é o exemplo da reportagem Programa da prefeitura tem meta de castrar 100 cães por mês. No texto, a informação é de que a população canina estimada é de 32 a 33 mil, já o vídeo apresenta o número de 80 mil.


As imagens fotográficas também enriquecem o conteúdo jornalístico. Repetições de imagens devem ser evitadas com nos blocos primeiro e terceiro da reportagem Sorriso Negro estimula debates sobre as cotas. O enquadramento das fotografias também pode ser melhorado, como na reportagem Alterações em viaduto na Colônia Dona Luiza geram reclamações de moradores, que exibe personagens centrais com os olhos fechados, ou no canto da imagem.

Potenciais bem explorados
Quanto à dinâmica da produção, a atualização frequente é central no bom webjornalismo. A publicação diária de notícias e a inclusão das notas merecem destaque ao veículo e ao engajamento da equipe. Também é positivo a atualização permanente das vagas de empregos, o espaço jurídico e os eventos. Em relação à agenda, sugiro que forneça links com mais informações, atualmente se apresenta muito resumida, sem descrição de títulos, com ausência de dados importantes sobre os eventos.

Weslley Dalcol