A trajetória do jornalista Seu Luis até a sua chegada na Princesa FM

Seu Luis apresenta estúdio da Princesa FM

O atual movimento de rádio comunitária em Ponta Grossa parte de Luis Dzulinski, jornalista formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e professor de português e de inglês. A inspiração para trabalhar com a temática comunitária vem de sua construção familiar e de períodos de resistência, durante a Ditadura Militar, no Brasil. Não falta a ele a convicção acerca da importância da comunicação crítica e destinada à classe trabalhadora. Durante a formação e atuação profissionais, apesar de correntezas contrárias, sempre acreditou na possibilidade de informar com inteligência.

A mudança aconteceu no final de 2016 e traz mais esclarecimentos acerca das medidas do atual governo

Luis Dzulinski, jornalista responsável, em estúdio de gravações

A Princesa FM, única rádio comunitária de Ponta Grossa, mudou sua linha editorial no jornalismo no final do ano passado. Entre setembro e outubro de 2016, a emissora decidiu abrir mais espaço para programas jornalísticos com caráter crítico ao atual governo do país. 

Imagem: Divulgação (www.etv.tv.br)

Diante do anúncio do fechamento da Fundação Educacional de Ponta Grossa (Funepo), representantes do Conselho de Curadores divulgaram uma nota de repúdio à decisão do prefeito reeleito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel. Veja, a seguir, a íntegra do documento:

Com o visível crescimento das redes sociais, a informação de qualidade e de credibilidade passou a ser pensada com mais atenção

Quando se discute democratização da mídia, muitas ideias perpassam por toda a produção de conteúdo, tanto online quanto impresso. Recentemente, o movimento, realizado pelo Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), alertou as mídias brasileiras sobre uma atenção importante à recepção do conteúdo publicado.

A manhã do segundo dia de palestras do II Seminário de Jornalismo e Cidadania na Hipermídia (SEJOC) foi marcada pelo painel temático ‘Produção de conteúdo, comunicação cidadã e democratização da comunicação’, com a participação de profissionais da comunicação e representantes de movimentos sociais.