O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná publicou, na tarde desta quinta-feira, uma nota em que condena a tentativa do governador do Paraná de "manipulação da opinião pública por meio da compra de espaços publicitários" nos jornais da capital e interior do estado.

 

De acordo com o texto do Sindijor-PR, o objetivo do governo foi dar uma resposta "ao intenso movimento grevista dos servidores estaduais". Para isso, publicou anúncios de páginas inteiras em alguns jornais impressos.

Para o Sindicato, a atitude representa "um contrassenso aos argumentos utilizados pelo governador Beto Richa que defende o "pacotaço" para reduzir gastos". Citando dados do Tribunal de Contas, a nota afirma que o Governo do Paraná gastou 240 milhões em propaganda, no ano de 2013: "um salto de 668% neste tipo de serviço".

A nota termina com a manifestação de apoio do Sindijor-PR ao movimento grevista dos servidores e convoca a sociedade "a se posicionar em defesa da saúde, da educação, da segurança e dos demais serviços públicos".

Veja o documento na íntegra
Nota de repúdio ao governador Beto Richa