A associação como entidade institucionalizada ainda é um problema no bairro Neves. Líderes comunitários atuam através da igreja do bairro ou até foram eleitos, mas não agem através da associação.

 

Essas alternativas parecem funcionar, afinal, o importante é ter essa representatividade e a chance de trazer melhorias para a comunidade. É a partir dela que a comunidade pode se desenvolver.

Mas a falta das associações escancara um outro problema: o desinteresse da população em se organizar minimamente. Todo o trabalho que seria de um grupo de pessoas fica centralizado em um único sujeito, responsável por todas as ações da associação.

Outros ainda dizem que a associação é um ambiente contaminado pela politica e apenas um trampolim para pessoas entrarem no mundo político. Esse seria o motivo da não existência de uma organização institucionalizada e a razão da busca por outras formas dessa representação.

Como são poucos que tomam a frente e buscam a melhora da comunidade, sempre se encontra dificuldades, principalmente em bairros que são mais afastados do centro da cidade. Por isso, um maior envolvimento da população em questões como uma organização comunitária seria fundamental e o primeiro passo para uma comunidade melhor.

Leia a reportagem: Falta de organizações comunitárias no bairro Neves dificulta melhorias