O abandono de cavalos na cidade preocupa a população e protetores dos animais. No mês de julho um motociclista e animal morreram em acidente na área urbana de Ponta Grossa.

 

Outro cavalo abandonado perambulava no centro da cidade e quase foi atropelado, mas desta vez o desfecho foi diferente, o motorista conseguiu levar o cavalo à uma área segura, porém no dia seguinte o cavalo fugiu e foi encontrado vagando perto da UEPG Central.
O parágrafo primeiro do artigo 135 da Lei nº 11.233 de dezembro de 2012 diz que é expressamente proibida a ação do abandono de animais em espaços públicos, tanto na zona urbana como na rural de Ponta Grossa.

O risco que estes animais correm ao ficarem soltos na área urbana da cidade já foi preocupação dos órgãos públicos, que ano passado criaram um projeto para recolher estes cavalos, porém sem ter para onde levá-los – já que o Canil Municipal está em reformas – o projeto não avançou mais.
Uma denúncia sobre o abandono destes animais foi feita contra a Prefeitura da cidade no Ministério Público (MP). O MP investigou a denúncia e sugeriu uma multa no valor de R$1000. O valor só será cobrado da Prefeitura caso não se cumpra os requerimentos do processo, como a construção de um lugar apropriado, tratamento clínico, alimentação destes animais, entre outros.

Ainda que a Prefeitura cumpra todas as exigências, precisamos lamentar que a iniciativa da Administração Municipal só foi tomada após ameaças jurídicas.

Leia a reportagem:

Prefeitura falha na fiscalização destinada ao recolhimento de animais abandonados

Corte de verbas e falta de funcionários contribuem para a falta de fiscalização
Como está o projeto da prefeitura de recolher cavalos abandonados?