Imprimir

Primeira prova do paratleta ponta-grossense será no próximo sábado, dia 10


Carlos Garletti em sua última semana de treino

O paratleta de tiro esportivo, Carlos Garletti, representa Ponta Grossa e o Estado do Paraná na Paralimpíada Rio 2016. O evento tem início nesta quarta-feira, dia 7, e terá o encerramento no dia 18 deste mês. As competições serão realizadas nas mesmas arenas utilizadas pelos Jogos Olímpicos.



Garletti chegou ao Rio de Janeiro há duas semanas e, desde então, sua equipe, composta por mais três pessoas – Debora Campos, Geraldo Von Rosenthal e Alexandre Galgani –, está em treinamento diário. Na última semana, os treinos começaram a ser feitos no estande olímpico.

Sendo o mais experiente da turma e já estando em sua terceira participação nos Jogos Paralímpico, Carlos explica que o esporte por ele praticado, em modalidade paralímpica, é parecido com o tiro olímpico.

“O tiro paralímpico se assemelha muito com o olímpico, sendo basicamente a mesma prova. A modalidade possui algumas adaptações e apoios para quem tem determinada deficiência”, descreve.

O treinador James Walter Lowry Neto tem grandes expectativas quanto ao rendimento do atleta. “Estamos bastante confiantes em relação ao desempenho de nossa equipe. Sinto que estamos aptos a concorrer ao ouro paralímpico”, avalia.

A competição de tiro terá início na próxima quinta-feira, dia 8, mas Carlos somente competirá nos dias 10 e 14. Em sua estreia, no sábado, o atleta participa da prova de carabina ar deitado. Nessa modalidade, o competidor realiza disparos no alvo a 10 metros de distância.

No dia 14, a participação será na prova carabina 22 deitado. Nela, o paratleta realiza os disparos a 50 metros de distância do alvo. Nas duas modalidades nas quais Carlos está inscrito, a premiação ocorrerá após as provas.

Carlos diz, ainda, que a expectativa é grande. “Estamos no mesmo nível dos demais atletas, vai ser uma competição muito equilibrada”, completa. As provas acontecem no Centro Olímpico de Tiro - Deodoro, no Rio de Janeiro. Os ingressos são vendidos ao custo de R$ 10 e R$ 20.

Veja também
15/07/2016 - Entrevista com Garlos Garletti, que representará o Brasil no Tiro Esportivo nas Paralímpiadas 2016
25/07/2016 - O esporte não tem idade, mas tem função social

Categoria: Esporte e lazer
Acessos: 2157