altAnteriormente atendidos por um só grupo (Sintracomp), os trabalhadores do comércio de gás e dos postos de combustíveis agora contam com sindicatos próprios. Mais de 3.000 frentistas, distribuídos em 62 municípios, passam a ter apoio da nova sigla: Sinpospetro PG.

O antigo Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Combustíveis e Comércio de Minérios e Derivados de Petróleo (anterior Sintracomp) passa por mudanças. A partir desse mês, os frentistas passam a contar com o apoio do Sinpospetro PG. Já os empregados no comércio de gás continuam filiados à sigla do Sintracomp. 

O desdobramento do grupo e a mudança no nome da entidade tem por objetivo atender melhor as reivindicações de cada classe. Segundo a auxiliar administrativa Kasue Takasugi, o processo para legalização do novo registro teve início em julho de 2006. A iniciativa partiu da direção do antigo Sintracomp.

“O principal objetivo é trazer um melhor atendimento. Antes o Sintracomp abrangia o pessoal do combustível e do gás. Agora [cada sindicato] pode trabalhar com uma só categoria”, diz. 

Kasue ainda destaca que uma eleição será feita em breve para escolher as novas diretorias. Os presidentes já estão definidos. Os frentistas têm como representante Jacir Fermiano dos Santos. Já os filiados do Sintracomp têm a frente Luis Gaspareto. 

Para o novo presidente do sindicato dos frentistas, Jacir, a mudança não afetará a integração dos dois sindicatos. Isso acontece porque, apesar do desdobramento, não há previsão de mudança na sede dos grupos. 

“A questão da mudança se dá no sentido de que a nossa Federação Nacional é específica, então temos que acompanhar. Mas os benefícios são os mesmos. Os sindicatos continuam atuando juntos”, explica. 

O Sintracomp e o Sinpospetro PG ficam na Rua Santos Dumont, nº 1280. O telefone para contato é 3225 7072.