frentistas-06010-11

A entidade terá duas horas semanais para a veiculação de programa próprio. Em princípio, o presidente do Sindicato dos Frentistas, Jacir dos Santos, propõe dividir o tempo disponível entre exibição inédita e reprise dos programas.



O Sindicato dos Frentistas de Ponta Grossa passará a ter horário para programação própria na TV Comunitária. Esse foi um dos assuntos discutidos na assembleia realizada no prédio do Sindicato dos Metalúrgicos no último sábado, dia primeiro. 

Representantes da TV Comunitária, Instituto Cidade Viva e da Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual de Ponta Grossa (SINDUEPG) também estiveram presentes na reunião.

As negociações sobre o espaço que o Sindicato dos Frentistas ocupará na TVCom ainda estão em andamento. Até agora não foi decidido quando o programa começará a ser exibido. O sindicato terá duas horas semanais na grade de programação da emissora.

O presidente da entidade, Jacir dos Santos, afirma que o programa dará visibilidade aos trabalhadores de postos de combustíveis. “A nossa intenção é produzir programas que mostrem o trabalho dos frentistas, para eles se sentirem valorizados”.

As gravações serão realizadas em um estúdio que está sendo montado no prédio do Sindicato dos Metalúrgicos. Segundo Jacir, a produção do programa será de responsabilidade do próprio sindicato. “Nós teremos que produzir nosso material. A TV só nos cedeu o espaço”.

O presidente da TV Comunitária de Ponta Grossa, Manoel Moabis, afirma que, por enquanto, as entidades devem ser as responsáveis pela produção dos materiais veiculados.

“Nós ainda não temos fôlego para produzir material para todas as entidades. O que podemos fazer é dar apoio operacional e sugestões, para baratear os custos da produção”.

Segundo Moabis, as entidades devem aprender o processo de produção dos programas televisivos. “As entidades agora serão produtoras de notícia. Assim, o processo de produção se torna mais plural”.


O obstáculo para a exibição do programa, apontado por Jacir dos Santos, é quanto ao fato de a TVCom ser um canal fechado. “Não é todo mundo que tem TV a cabo. Portanto, a nossa ideia é gravar os programas em DVD's e distribuir aos frentistas”.

As decisões sobre a produção dos programas e o horário de exibição serão tomadas na próxima assembleia, que ainda não tem data definida.

Veja também
 01/07/2011 - Programa Hip Hop PG estreia na TV Educativa