frigorificos1-15-10-11A manifestação, marcada para esta sexta-feira, dia 14, foi suspensa devido às chuvas. Os principais benefícios da NR, que está em consulta pública até o dia 15, são a redução da jornada semanal e a pausa de 10 minutos, a cada 50 de trabalho.

A manifestação para a aprovação da Norma Regulamentadora dos Frigoríficos (NR), organizada pela Federação dos Trabalhadores da Indústria da Alimentação (FTIA) e sindicatos filiados foi cancelada “devido às chuvas”, afirmou o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Massa, Laticínios, Carnes, Derivados e Alimentação (STIMLACA), de Ponta Grossa, Luís Pereira dos Santos.

As manifestações fazem parte de uma caravana que está percorrendo o Estado (responsável por 26% de todos trabalhadores em frigoríficos do País), para informar sobre anteprojeto da NR dos Frigoríficos, cuja fase de consulta pública está se encerrando neste sábado, dia 15 de outubro, através do site do Ministério do Trabalho e Emprego.

Para Santos, é importante cada trabalhador enviar sua história, relatando casos e “colocando suas opiniões”.

A NR visa a conquistar vários benefícios na atividade diária dos empregados em frigoríficos. O foco principal da Norma, segundo o vice-presidente da STIMLACA, é a conquista da pausa de 10 minutos, a cada 50 de trabalho.

“A pausa é importante para recuperar o líquido presente nos tendões, perdido devido ao esforço repetitivo”, diz Santos.

Há ainda o estabelecimento da redução da carga horária semanal para 36 horas, devido à atividade insalubre desempenhada pelos trabalhadores em frigoríficos. Outra medida prevista é a fiscalização das normas pelos sindicatos laborais.

Um problema apontado pelo vice-presidente do STIMLACA é o posicionamento das empresas quanto às indenizações médicas de funcionários. “As empresas não assumem as despesas médicas dos empregados”.

Além do STIMLACA, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Laticínios, Carnes, Derivados e Rações Balanceadas (SINTAC) – também filiada à FTIA – está organizando a caravana. Só na região de Ponta Grossa, o STIMLACA atende cerca de 2.000 trabalhadores.

Para saber mais, acesse:
Site do STIMLACA
Site do SINTAC
Site da CONTAC (Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação, Agroindústrias, Cooperativas de Cereais e Assalariados Rurais)