Os usuários do Grupo Renascer, responsável pela mobilização e assistência social da comunidade LGBT dos Campos Gerais, participam e ajudam a promover cerca de 10 cursos de capacitação no ano, para melhor atender às demandas sociais da população.

No dia 27 de março, a entidade Renascer promoveu das 9h as 17h as eleições da única chapa concorrente a diretoria. Cerca de 50 pessoas compareceram a sede e votaram por aclamação (verbalmente) para apenas esta opção, sem nulas e brancos.

O grupo Renascer iniciou pela primeira vez grupos de tratamento psicológicos. As sessões acontecem na segunda, quarta e sexta-feira às 14h na sede do Renascer com a psicóloga Luciana Vieitas Rovere.
A iniciativa deseja reunir aqueles que são atendidos pela entidade e se sentem isolados, além de aumentar o número de associados, promover vínculos e trazer informações sobre diversos temas como, por exemplo,o nome social.
A primeira reunião do grupo aconteceu na última sexta-feira (21/03) com 12 pessoas e durou aproximadamente duas horas. Os participantes fizeram um teste de auto-conhecimento com sete perguntas que foram posteriormente comentadas entre o grupo. A reunião terminou com uma dinâmica intitulada ‘dinâmica do nó’. O objetivo da dinâmica foi promover a integração entre os membros. Após o tratamento realizou-se uma pequena confraternização entre os presentes.

Depois de fazer a cirurgia e esperar três meses, Michelly Raquel, pode mudar o sexo e o nome nos documentos. Mas para a advogada, Dra. Lorena Bianca da Silva, a principal dificuldade é a falta de uma lei que normatize a situação.

Realizado nos dias 7 e 8 de novembro, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Curso chega a Ponta Grossa abordando temas como inclusão e respeito a homossexuais, direitos humanos, cidadania e história do movimento LGBT.