Até o final do mês de dezembro, o Reviver deve encerrar as atividades com uma confraternização natalina. A festa já é tradicional e reúne a maioria dos participantes da entidade.

De acordo com a presidente da associação, Vera Regina Taborda, a comemoração será em forma de almoço. “Esperamos que todo mundo venha, participe, se encontre, converse, afinal vamos voltar só no final de janeiro”, afirma.

Vera conta que vai ser assado especialmente um carneiro para a confraternização, além de maionese e arroz. “Para a sobremesa, vai ter sorvete para a alegria da criançada”, brinca.


O Grupo vai distribuir também cerca de 80 cestas de Natal para as pessoas mais carentes que freqüentam a entidade. Elas são doações de amigos do Reviver e pessoas que se sensibilizaram com a iniciativa do grupo, que colaboraram também com os ingredientes para o preparo do almoço comemorativo.

O técnico em prevenção, Herbert Molketin, conta que um Papai Noel deve participar da festa para entregar presentes, que também vieram de doações, para as crianças da entidade. “Só nós sabemos o quanto elas ficam felizes com a presença do Papai Noel. É gratificante”, diz.

Joana participa do Grupo há quase três anos e diz que gostou muito das outras festas natalinas que o Reviver já ofereceu. “A comida é muito boa e a cesta ajuda bastante. Sem contar a alegria das crianças com os brinquedos”, relata.

Ela afirma que não vê a hora de encontrar os amigos que fez no Reviver e que espera pelas atividades de 2013. “Eu me sinto em casa aqui”, diz.

Veja também:
Projeto Costurando Sonhos confecciona artesanatos para o Natal