O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro Jardim Carvalho iniciou um projeto com mulheres a fim de estimular a geração de renda por meio de oficinas artesanais - que resultam em materiais a serem colocados à venda.

 

Intitulado como ‘Clube de Mães’, o projeto iniciou as atividades há pouco mais de um mês e conta com uma equipe de psicóloga, assistente social e pedagoga.

“O objetivo é fazer com que as mães possam sair do assistencialismo e desfrutem de conhecimento, não só das oficinas artesanais, mas também pelas palestras que promovemos aqui”, comenta a coordenadora do CRAS e assistente social, Maria Aparecida de Fátima Mello Teixeira.

Ela acredita que o Clube de Mães é uma importante ferramenta de defesa dos direitos dos participantes. “É através do contato com os palestrantes que elas descobrem seus direitos, não só como mulher, mas como cidadã”.

A psicóloga Clara Livia Viecheneski aponta que, através do encontro, são trabalhadas questões de inclusão, uma vez que as mulheres ali inseridas conversam umas com as outras e criam laços de amizade. “Com dinâmicas e rodas de bate papo, tento estimular a autoestima e o autoconhecimento para poder manejar possíveis problemas”.

“Espero que o meu trabalho aqui ajude na renda dentro de casa e que o clube continue por um bom tempo, porque além de aprender eu me divirto”, relata a moradora Aparecida de Oliveira.

O Clube de Mães ainda conta com a ajuda de duas voluntárias que auxiliam na produção artística. “Ajudar quem precisa acaba trazendo paz de espírito, e a cada encontro, ao mesmo tempo que ensino, acabo aprendendo também”, explica a voluntária Millene da Silva.

Serviço

O CRAS é uma unidade pública estatal responsável pela organização e oferta de serviços de proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

O órgão realiza trabalho social, de caráter continuado, com o objetivo de fortalecer as famílias e prevenir a ruptura dos seus vínculos.

Também atua na promoção do acesso e usufruto de direitos, contribuindo na melhoria de sua qualidade de vida.

Arquivo comunitário:

08/04/2013 - Falta atendimento para adolescentes em situação de risco