Carros estacionados seguem atrapalhando visão de motoristas. (Foto: Danilo Schleder)

Não é de hoje que o cruzamento da Avenida Ernani Batista Rosas (prolongamento da Avenida Bonifácio Vilela) com a Rua Antônio João gera problemas no Jardim Carvalho. Nem a última reforma, feita pela Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT), que colocou sinalização indicando a proibição de estacionar, resolveu o maior problema do local.


A iniciativa aconteceu em março de 2016, quando a AMTT pintou novas faixas de estacionamento na Rua Antônio João para tentar evitar a falta de visão de quem está na Avenida Ernani Batista Rosas. A pintura feita no local coloca uma proibição para estacionar em uma das esquinas.

Segundo Jorge Nunes, morador da região, essa nova pintura apenas mudou o local de estacionamento das pessoas. “Antes eles paravam nas esquinas, a gente não via nada. Agora param um pouco para frente e a gente só enxerga a esquina.” Nunes também comenta que não é incomum o acidente nessa via.

“Tem pelo menos dois por semana, deixou de ser motivo de espanto para nós”, alerta destacando que do inicio até o final deste ano o número de acidentes não cai.

Felipe Rosas, comerciante, ainda lembra outro fato que gera preocupação com o cruzamento. “Temos um colégio (Polivalente) na outra quadra. A criançada sai da aula brincando e, às vezes, não consegue ver de onde vem o carro.”

Rosa explica que o pedido para arrumar as faixas já foi feito para a AMTT. “Já pedimos mais de uma vez, antes mesmo de pintarem essas faixas novas, para sinalizarem de outras maneiras. Talvez um semáforo aqui seja o correto. ”

Durante o processo de apuração, a AMTT foi procurada. O órgão não respondeu os contatos até o horário de fechamento e publicação desta matéria.

Salvar

Salvar

Salvar