As associações de moradores são responsáveis pela manutenção dos espaços de lazer nas vilas de Ponta Grossa. Porém, no residencial Monteiro Lobato, a situação é diferente desde que a atual gestão assumiu, em maio de 2009.

Alegando não ter obrigação de fazer manutenção das áreas que ficam dentro do condomínio, a responsabilidade pelos parquinhos e pelo campo de futebol de areia foi repassada à administração, que hoje deve mantê-los em bom estado.

O presidente da Associação de Moradores, Paulo Ricardo Bendix, afirma que a entidade não tem obrigação de cuidar das áreas, já que estão dentro dos muros do condomínio e, portanto, são de responsabilidade da administração.

“Essa situação poderia trazer até conflitos entre a administração e a associação de moradores, pois como é que diríamos que mandamos em tal lugar, se está dentro do condomínio?”, questiona.

Outro ponto que levou a associação a abrir mão das áreas de lazer do condomínio é o que Bendix chama de injustiça com os sócios. Segundo ele, não seria correto se o associado pagasse por algo que todos os moradores pudessem usufruir.

“Quem paga condomínio tem o direito de utilizar as áreas comuns, mas só os sócios estariam pagando pelos parquinhos e pelo campo de futebol de areia, caso fossem responsabilidade da associação”, afirma.

Orlando Teles Paulino, ex-presidente da associação, conta que não havia problemas em administrar a área. “Não existia conflito nenhum com a administração, pelo contrário, a síndica nos apoiava em qualquer reforma ou modificação que fazíamos”, relata.

Atualmente, o único espaço físico mantido pela associação de moradores é a própria sede, que conta com churrasqueira e salão de festas. Os moradores, sócios ou não, pagam para utilizá-la.

 

Próximo bloco: Governo libera verba para Centro Esportivo

Bloco anterior: Moradores do Monteiro Lobato enfrentam problemas nas áreas de lazer

 

jdcarvalho2-25-05-2011