A Associação da Maternidade Ativa e Segura, a partir do ano de 2016, começará a realizar encontros de rodas de acolhimento. Apesar de os encontros ainda não terem local definido, a associação tem pensado estratégias para realizar o projeto.

Estas reuniões terão como objetivo acolher pais e mães que tiveram perda gestacional e neonatal. Segundo a presidente, Ana Maria Bourguignon, “o objetivo é proporcionar um espaço onde as famílias possam falar da perda do seu bebê”. Para Ana Maria, atualmente, as discussões sobre o tema são inviabilizadas, pois “de modo geral as pessoas e profissionais têm dificuldades para  falar com essas famílias”.

A entidade, no momento, está organizando um calendário para os encontros de acolhimento. A Amas está procurando profissionais de psicologia para integrar as reuniões, a fim de amparar as famílias que tiveram perda de seus filhos.