Advogados atendem trabalhadores e familiares na sede do Sindicato há cerca de oito meses. As consultas são gratuitas. Caso seja necessário abrir processo, o cliente deve arcar com os gastos.

 

O Sindicato dos Metalúrgicos de Ponta Grossa presta serviços jurídicos aos trabalhadores e familiares há cerca de 8 meses. O presidente da entidade, Mauro Carvalho, explica que o setor jurídico foi criado por conta da demanda dos trabalhadores. “Estamos bastante satisfeitos com o trabalho, pois os trabalhadores costumam sair satisfeitos das consultas”, explica.

A responsável pelo setor, Janaina Vargas Braga, explica que a maioria dos casos atendidos dizem respeito a casos trabalhistas, mas questões de todos os tipo são atendidas no local. “Temos bastante demanda também em assuntos de previdência e família. Os trabalhadores podem procurar o setor independente do assunto”, esclarece.
 
O metalúrgico João Teodoro Aplewikz já consultou o setor jurídico do Sindicato, por conta de problemas trabalhistas. Como a conversa e as orientações bastaram, o trabalhador não teve gastos na situação.
 
“Às vezes procuramos advogados e pagamos caro por isso, quando na verdade só uma orientação basta, e aqui conseguimos isso sem gastar”, comenta.