metalurgicos1-03-05-11No último domingo, dia 1º de Maio, o Sindicato dos Metalúrgicos de Ponta Grossa promoveu a 13ª Festa do Trabalhador em comemoração do dia do trabalho. O bingo do Fusca foi a atração mais esperada pelos sindicalizados. A festa também contou com outras opções de lazer. O presidente Mauro César Pereira acredita que a participação dos trabalhadores e de suas famílias foi o principal saldo positivo da festa.

Mais fotos: ver galeria

 

O feriado do Dia do Trabalho foi marcado com muita descontração pelo Sindicato dos Metalúrgicos. O dia de folga (domingo) dos trabalhadores coincidiu com a tradicional festa promovida pelo sindicato, que está em sua 13ª edição.

A festa teve recorde de público: 10 mil pessoas lotaram o Clube do Trabalhador. Futebol, pescaria, parquinho de diversão para as crianças, o bingo cor de rosa (para as mulheres) e o aguardado bingo do Fusca foram algumas das atrações do evento.

 

Além da diversão, havia muita comida; churrasco, pão, maionese e arroz foi o cardápio escolhido. Três toneladas de carne foram servidas. E para beber, refrigerante, água e cerveja eram as opções.

O sindicato fechou parceria com uma rádio local para o equipamento de som e para um locutor, que apresentou o evento, as atrações musicais, culturais e o bingo.

Entre os presentes estavam, a diretoria do sindicato dos metalúrgicos, os ex-diretores, os sindicalizados e suas respectivas famílias, além do Deputado Estadual Péricles Holleben de Melo (PT), e da vereadora Ana Maria de Holleben (PT).

Publicidade de produtos externos como imobiliárias, atendimento odontológico, alimentícios, utensílios que proporcionam tranquilidade ao indivíduo foram alguns dos serviços oferecidos aos presentes.

Para a vereadora Ana Maria, que frequenta o evento desde a sua primeira edição, a Festa do Trabalhador tem um importante significado para a cidade: “Deve ser inserido no calendário de festas oficiais do município devido à sua importância cultural, e o seu significado junto ao trabalhador de um modo geral”.

Membro do sindicato há dois anos, Júlio César Moreira de Lima, afirma que a festa é um momento de valorização do dinheiro investido pelo trabalhador no Sindicato. “Precisamos de um retorno das atividades realizadas pelo Sindicato, e a festa é um desses retornos”, conta.

“Para o trabalhador é uma festa cultural, é um dia de confraternização, de troca de ideias, é uma oportunidade de saber dos avanços dos trabalhadores e do trabalho do Sindicato”, relata o presidente do Sindicato, Mauro César Pereira.

O presidente conta que, em 2010, mil trabalhadores tornaram-se sócios do Sindicato. Por isso a responsabilidade do Sindicato em relação aos sindicalizados aumentou ainda mais, conforme explica Pereira. “Temos que melhorar ainda mais no atendimento, e progredir na festa do dia 1º de maio, porque é uma data símbolo para o trabalhador”.

O Deputado Péricles destaca que o 1º de Maio é uma data representativa para o operário brasileiro, e merece ser comemorada porque, cada vez mais, os trabalhadores conquistam seus direitos a partir de lutas.

A confratenização do 1º de maio realizou-se no Clube do Trabalhador, na Santa Luzia, espaço de lazer que o sindicato oferece aos trabalhadores e familiares. O  convite da festa,  no valor de 10 reais, dava direito a um kit churrasco, que oferecia carne e pães. A festa começou às 8h30 da manhã e encerrou às 6 da tarde.