As terras ocupadas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) em Ponta Grossa estão sendo medidas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O procedimento, denominado geo-referenciamento, é um pré-requisito para o processo de compra das terras. 

 alt

 

 

 

 

 

 

 

Burocracia e discussões internas atrasam a regularização do Acampamento Emiliano Zapata do MST. Segundo a regional paranaense do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), o geo-refenciamento das terras, procedimento obrigatório, deve começar em “algumas semanas”. Acampados acusam o órgão de má vontade.alt