Demandas do Movimento Estudantil da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) foram debatidas com o reitor Carlos Luciano Vargas e a vice-reitora, Gisele Alves de Sá Quimelli, nesta segunda-feira, dia 09. O encontro ocorreu de acordo com a decisão tomada na quarta-feira da semana passada, quando foi entregue a pauta de reivindicações à Reitoria.


Entoando “a nossa luta unificou! É estudante, servidor e professor” e com faixas e cartazes, os participantes do ato adentraram o prédio da Reitoria para entrega das pautas. O reitor, Carlos Luciano Sant’Ana Vargas, acompanhado da vice-reitora, Gisele Alves de Sá Quimelli, recebeu e assinou a pauta, admitindo que parte das solicitações fazem parte do plano de gestão apresentado no período eleitoral para a reitoria.

A realização de um ato público para entrega da pauta à reitoria da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) foi decidida na assembleia realizada pelos estudantes nesta segunda-feira, dia 02. Entre as reivindicações colocadas no documento, está a suspensão do calendário letivo.

Decidida em Assembleia Geral dos Estudantes, a greve estudantil foi oficializada por deliberação também também do Conselho de Entidades de Base (CEB). A reunião ocorreu na tarde desta segunda-feira, dia 02, no Centro de Convivência da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), no Campus de Uvaranas.

Como parte da agenda estudantil em apoio à greve dos servidores públicos, estudantes da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) reuniram-se nesta quinta-feira, às 16h, no Diretório Central dos Estudantes (DCE). O encontro entre os acadêmicos teve o objetivo de debater o projeto de autonomia universitária.