Mesmo com atraso, evento comemora o Dia Municipal do Rap, em Ponta Grossa

Dj Banga comanda o toca-disco

O evento aconteceu no último sábado, dia 27, no Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Apesar de a data de comemoração, definida na Lei 11.763 de 2014, ser 06 de agosto, o Dia Municipal do Rap ainda foi comemorado. O motivo foi a falta de disponibilidade na agenda do local onde o evento foi realizado.

 

Ismael Gueg, organizador do evento, contou que o motivo da realização da festa foi a criação de uma identidade da cidade a partir da cultura do hip hop. Gueg também comenta que a escolha do DCE para sediar a festa tem motivo especial. “O DCE tem sido uma casa para nós, ultimamente. Nada como comemorar nosso dia em casa.”

Ismael Gueg, o "padrinho" do Hip Hop em Ponta Grossa.

 

O evento contou com apresentação de seis grupos de rap, um de Ponta Grossa, dois de Guarapuava, um de Minas Gerais e dois do litoral paranaense. Além disso, houve ainda a apresentação do DJ Banga, de Ponta Grossa. A ideia do evento, além de comemorar o dia do Rap, era apresentar novos grupos para os amantes do estilo musical, em Ponta Grossa.

Lucas Marques é uma das pessoas que acompanha os eventos de rap de Ponta Grossa. Ele ressalta que o evento de comemoração do “Dia do Rap” tem muito valor. “É nossa forma mostrar pra sociedade que existimos. Essa lei é quase como um grito da cultura no estilo ‘Ei, estamos aqui!’”

A Lei, que institui o Dia Municipal do rap, tem por objetivo divulgar essa manifestação cultural por meio de eventos e mídias. Além disso, busca-se, através da comemoração, fomentar a criação de uma identidade local dos grupos e eventos na cidade.

Fila formada na entrada do DCE.

Veja também
25/08/2015 - Ismael Gueg, embaixador do Rap e exemplo nas periferias de Ponta Grossa
02/07/2011 - Movimento Hip Hop, dos guetos para os grandes centros

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar