Ismael Gueg grava faixas, produz beats, grava clipes e ainda apresenta um programa voltado ao Hip Hop na TV Educativa

O Hip Hop em Ponta Grossa vem crescendo e mostrando força nos últimos anos. Grupos até então desconhecidos na cidade já estão gravando discos e conseguindo visibilidade em programas de televisão e internet.

Além de um representante do breakdance, 17 grupos pontagrossenses de rap se apresentaram no evento. Pela grande quantidade, foi o destaque da noite.

Além de um representante do breakdance, 17 grupos pontagrossenses de rap se apresentaram no evento. Pela grande quantidade, foi o destaque da noite.

 

Lotado de pessoas que usavam boné de aba reta e roupas largas, o 13º Abril Pro Rap PG reuniu grupos de todos os cantos da cidade. A iniciativa, realizada no último sábado, dia 18, na Igreja Ministério das Gerações, no bairro Ronda, teve início durante a tarde se estendeu por toda a noite.

Um dos principais eventos da cultura Hip Hop de Ponta Grossa terá uma nova edição neste final de semana. A reunião de grafiteiros, MC’s, b-boys e DJ’s será realizada na sede da Igreja Ministério das Gerações.

O movimento hip hop Ponta Grossa não participa da Virada Cultural da cidade. Apesar de ter inscrito o projeto para se apresentar no evento que aconteceu nos dias 26 e 27 de outubro, a Fabrik produções não recebeu retorno da organização.

No dia 23 de julho, a FABRIK Produções, do Movimento Hip Hop, se apresenta em Guarapuava, no evento chamado “Casa do Hip Hop”. O encontro trará batalhas de MCs, rima contra rima e de BBOYS, na batalha de dança. Além das competições, bandas como WS, Aliado Zord, Ponta Rap e outros grupos se apresentam no local.