A Como Vovó Já Dizia Cooperativa foi criada e desenvolvida para mulheres, buscando o autoconhecimento através de absorventes de pano menstruais e para seio. No coletivo, os produtos incentivam a valorização do trabalho artesanal de forma diferente do comércio capitalista.

Por que utilizar um absorvente ecológico?

Absorventes de pano são produzidos de forma artesanal pelas próprias usuárias

“O uso do absorvente de pano foi um primeiro passo para entender várias coisas, refletir sobre o consumo e sobre como ele nos afeta diariamente”, diz uma das fundadoras da cooperativa Ana Carolina Gilsen.


Em uma das reuniões do grupo, diversas mulheres se reuniram na chácara, localizada próximo ao rio São Jorge e pertencente à integrante do coletivo Abolicionistas Veganos, Andresa Jacobs.  Foram realizadas  roda de meditação e oficina de confecção de absorventes. Durante o encontro, foi feita ainda meditação de conexão com o útero.


“A oficina de confecção dos absorventes é um motivo para fazer uma reunião de mulheres", afirma. Andresa relata que, nas reuniões do grupo, também são feitas outras atividades, como meditação e roda de troca de experiências.


Ana contou que hoje 100 mil mulheres estão cadastradas na meditação que ocorre na lua cheia em quatro horários diferentes do dia. Ela proporciona “ um entendimento e conexão da mulher com seu útero e seu ciclo menstrual”.


Essa atividade é realizada em 130 países diferentes e ocorre simultaneamente. É possível se cadastrar através do site www.wombblessing.com. A autora explica que, nos momentos de meditação, ocorre uma troca de energia de cura e todas as pessoas que estão conectadas passam por um processo de limpeza, se preparando para receber novas energias que as curam.