O resultado foi comemorado pelo público, que, em coro, pedia: “fora Beto Richa”

Na sessão da Câmara Municipal realizada nesta segunda-feira, dia 11, foram aprovados cinco requerimentos propostos pelo vereador Antônio Aguinel (PCdoB). Com os documentos, o legislativo municipal reconhece a responsabilidade e reprova a conduta do governador Carlos Alberto Richa (PSDB) e de secretários de estado no episódio de 29 de abril, que ficou conhecido como o dia do massacre aos professores.

O  projeto de lei 407/2014 sobre o toque de recolher, que era pra ser votado na sessão da Câmara Municipal dia 30 de março, teve pedido de adiamento pelos vereadores contrários. A proposta deve retornar à pauta até a metade de abril.

 Os grupos ambientalistas de Ponta Grossa se reuniram nessa sexta-feira com o vereador Aliel Machado para discutir a proposta de um novo projeto de lei a ser apresentado na Câmara de Vereadores. A ideia ainda não está totalmente definida, mas diz respeito a situação dos animais domésticos na cidade. 

O professor de Engenharia Civil da UEPG, Roque Dantas Sponholz, considera “louvável” a criação da Comissão de Trânsito pela Câmara Municipal, mas defende: “A Câmara não deve se intrometer nos problemas do trânsito. Deve deixar diretamente para a Autarquia". 

Uma das marcas da cultura polonesa em Ponta Grossa, o edifício pode ser demolido, caso não seja reconhecido como patrimônio cultural. Presidente da Sociedade Polonesa é contrário ao tombamento, mas a decisão final cabe ao Conselho Municipal de Patrimônio de Ponta Grossa.