novarussia1-23-12-11O bairro Nova Rússia conta com apenas duas Associações de Moradores, embora englobe um total de seis vilas. As outras entidades estão desativadas ou são inexistentes. O fato é que a presença ou não da Associação faz diferença na comunidade.

Próximo bloco:  Uma Associação precisa de uma comunidade unida, afirma presidente

 

 

Associação de Moradores é a união e organização da comunidade que trabalha visando a melhorias no bairro. A Nova Rússia, região com mais de 20 mil habitantes, conta com apenas duas Associações em funcionamento: Jardim Maracanã e Palmeirinha. As outras seis que integram o bairro estão desativadas.           

       
É papel da Associação de Moradores reivindicar, junto ao poder público e órgãos competentes, os direitos da população. Para Paulo Sérgio dos Santos, presidente da União das Associações de Moradores de Ponta Grossa (UAMPG), o crescimento de um bairro está ligado ao trabalho do presidente frente à comunidade.
“O presidente tem que buscar o crescimento da região. Mas, para que isso aconteça, precisa ter entrosamento com a comunidade, não se preocupado com disputas particulares”, ressalta.      

A Palmeirinha tem uma sede estruturada e promove projetos sociais, aulas de capoeira e eventos à comunidade. Divonsir Pereira Antunes (Divo) está no cargo há três anos. Dona Isabel Orloski mora há 23 anos no bairro e aponta que a presença de um presidente é fundamental.

“Tenho conhecimento do trabalho da Associação. Um bairro com atuação de uma Associação faz muita diferença. Principalmente quando sabemos onde nosso dinheiro está sendo empregado”.     

Por outro lado, a Vila Cristina está com a sede desativada, e a do bairro Santo Antonio não existe. Sobre isso, Santos afirma: “Estamos reestruturando as associações irregulares. São 186 e 50 delas estão irregulares, sem liderança. Estamos procurando esses presidentes inativos, buscando entender os problemas”, diz. O presidente da UAMPG conta que há um projeto de visitação a essas Associações.

Outro ponto da Nova Rússia que conta com Associação de Moradores e presidente é o Jardim Maracanã. Delci Maria Bonatto está em seu quinto ano de gestão. No local, são realizadas atividades com a terceira idade, jovens e também festas.

Moradora, Cleuza Aparecida Martins fala um pouco sobre a experiência com a entidade: “Sei que tem no bairro, promovem eventos, os moradores reclamam para Delci [presidente] dos problemas, mas eu particularmente não me envolvo”.    

O presidente da UAMPG explica sobre a relação entre a entidade e os bairros. “O presidente que for nosso parceiro, terá nosso apoio, mas tem que ter afinidade conosco”, conclui Santos.

Arquivo Comunitário:

06/06/2011 - Associações superam dificuldades e realizam atividades em Uvaranas