Cuidar de doentes, amparar necessitados, ajudar a quem precisa. Antonio Zuber  olha pelos necessitados por meio da  Pastoral da Saúde da Paróquia Nossa Senhora do Pilar

Uma sala com dois sofás e uma poltrona. Todos com capas. Uma mesinha de centro com uma toalha de crochê; um vaso de flor e um terço encima. Nas paredes, duas imagens de Jesus Cristo e um quatro com Nossa Senhora. É ali que Antônio Zuber se prepara para cuidar dos doentes da comunidade.

Antônio, com os cabelos brancos e andar lento, está na coordenação da Pastoral da Saúde há um ano. Senhorinha (como é conhecida por todos) organizava a pastoral até o novo coordenador assumir, hoje ela está na pastoral da criança. “A gente nunca se afasta da igreja”.

O amparo de Toni - como todos o chamam - é um trabalho sem fins lucrativos voltado para o lado espiritual. São programadas visitas e conversas com os doentes. Seu Antônio também compra os remédios que as famílias carentes precisam.

A arrecadação é feita pelo dízimo da comunidade. “É um trabalho por amor. Faço porque gosto e quero bem. Não tem que ter preguiça e sempre conservar o amor no coração”, diz Antônio.

Em média, são 13 famílias atendidas que ligam para a casa de seu Antônio para pedir os remédios. Ele sempre solicita a consulta e a receita antes de fazer a compra.

Os trabalhos na igreja começaram em 1930, entretanto o senhor de olhar sereno só chegou na comunidade do Pilar em 1975. Além da Pastoral da Saúde ele coordena - há 10 anos -  os “pequenos grupos” da paróquia.,

Pequenos grupos têm o intuito de rezar a novena nas casas dos membros da comunidade, relembrando as missas feitas em casa na época em que ainda não haviam erguido templos católicos.

A Pastoral da Saúde é um segmento da pastoral social criada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). As pastorais sociais da igreja católica são coordenadas pelo diácono de cada paróquia e visam ao bem estar dos membros da comunidade.

Para o Pe. Fábio Sejanoski, paróco da Paróquia Nossa Senhora do Pilar, é importante que haja parceria entre as pastorais. Na igreja, além dos cuidados do Antônio, há também o serviço pastoral dos Vicentinos, que arrecada alimentos para famílias necessitas; a Oficina de Santa Rita, que oferece enxovais para as futuras mamães, a Pastoral do Idoso, a Promoção Humana e a Pastoral da Criança.

Arquivo comunitario
05/06/2014 - Pastoral faz acompanhamento mensal de 200 crianças na Palmeirinha