Depois de vários requerimentos de pedido de asfalto, comunidade recebe o benefício. As obras começaram no início do mês de agosto, depois da implantação das galerias de esgoto ocorrida no começo do ano, e têm conclusão prevista para daqui a 90 dias.

oficinas4-18-07-11A Prolar tem, hoje, 16 mil famílias cadastradas esperando por uma moradia. Algumas esperam até oito anos para ter acesso à casa própria. Os conjuntos Amália I e II, que serão entregues em dezembro, vão atender 438 famílias.

Urbanista aponta necessidade de estrutura mínima

Representantes públicos dizem que o bairro tem condições

Inscritos precisam se encaixar nas exigências dos programas

EDITORIAL: Moradia é um direito de todos

vilapina1-10-04-11A Associação de Moradores da Vila Pina, localizada no bairro Oficinas, sofre com a depredação, ocupação irregular e falta de estrutura, o que prejudica a maioria das atividades promovidas pela entidade. A nova presidente da Associação, Patricia Batista, tem buscado melhorias junto ao poder público.

Muitos cidadãos acreditam que arroios existentes na cidade de Ponta Grossa são na verdade grandes esgotos. Na Vila Oficinas, toda a margem de um córrego está preenchida por moradias – regulares e de ocupação irregular. A legislação considera regiões de preservação permanente as áreas por onde correm os rios. Construir a menos de 30 metros do arroio fere o Código Florestal, explica a pesquisadora Maria da Aparecida Hinsching.

altProblemas com a numeração das casas são corriqueiros em Ponta Grossa. A sequência correta não é respeitada, e não são raras as vezes em que números se repetem numa mesma rua. Na Vila Guaíra, em Oficinas, a situação traz incômodo à comunidade, e confunde entregadores e carteiros. Alguns moradores alegam que a numeração desconexa foi atribuída pela Prefeitura, que, por sua vez, joga a culpa na irresponsabilidade da população. Conforme o Departamento de Urbanismo, não há qualquer trabalho em andamento para corrigir o problema.

Moradores receberam da Prefeitura os números

Comércio tem dificuldades na hora de fazer entregas

EDITORIAL: Desorganização ou descaso?