Considerada uma das maiores da cidade, a Sociedade Recreativa Escola de Samba Águia de Ouro, foi criada há 21 anos. Atualmente, ela tem aproximadamente 190 integrantes, mas já contou com 250 em anos anteriores.


Há até bem pouco tempo, o bairro de Olarias tinha duas escolas de samba. A outra era o Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Nova Princesa, extinto há seis anos após a morte de um dos fundadores.

A escola foi fundada em 2003 durante um evento cultural da cidade em os fundadores trabalharam. Jorge Vieira Lopes, o Jorginho, vendia bebidas e Miguel Mazurek vendia salgados.
A ideia veio da própria Fundação Municipal de Cultura que sugeriu a criação de uma nova escola de samba no bairro. Em parceria, eles se uniram e criaram a Nova Princesa.

A Águia de Ouro já foi premiada no carnaval de Ponta Grossa. Apesar de ter perdido o registro das premiações da escola desde sua criação até 2009, Jorginho, que atualmente participa na administração da Águia de Ouro, conta que a escola já foi premiada três vezes em 1º lugar.

Além disso, ela conquistou o título de vice-campeã nos anos de 2010 e 2011, com os temas ‘A batalha dos bois guerreiros em terra de cultura e paz’ e ‘A saga dos germânicos de volga’, respectivamente.

Em 2012 e 2014, a escola ficou em 3º lugar com os temas ‘A sorte está lançada, nosso samba é magia, alegria, amor e paz no coração’ e ‘Água: essência da vida’, respectivamente. Em 2013, a escola não foi premiada.

Já a escola Nova Princesa foi premiada apenas uma vez, porém recebeu, no ano em que foi criada, em 2003, o primeiro lugar no ano com um samba-enredo que falava sobre o bairro de Olarias.

A Águia de Ouro tem novidades. A escola inaugurou, este ano, uma bateria para crianças e mulheres que pretendem aprender a tocar instrumentos. Os ensaios acontecem aos sábados, às seis horas da noite, na sede da escola. O endereço é Rua Aviador Frare Batista, 820, no bairro de Olarias.