O bairro de Olarias, conhecido historicamente pela sede de suas olarias, onde a produção de objetos tem o barro ou argila como matéria prima, se tornou uma referência em eventos culturais na Cidade.

A Unidade de Saúde Dr. Sady Macedo Silveira, localizada no bairro de Olarias, atende somente durante a manhã, fato que descontenta os moradores. Quem precisa de atendimento médico no período da tarde recorre ao Hospital Municipal Amadeu Puppi (Pronto Socorro) ou ao Centro de Atenção à Saúde (CAS).

"Amigos de olarias" é o nome do grupo em que os moradores podem postar suas reclamações, críticas e sugestões referentes ao bairro. O grupo foi criado pela Louziana Stolle, moradora do local, com o objetivo de aumentar a comunicação e interação na  comunidade.


No bairro de Olarias os moradores estão com o atendimento na Unidade de Saúde Sady Macedo Silveira prejudicado. Faltam clínicos gerais, pediatras, ginecologistas e dentistas. O pediatra responsável entrou em férias no mês de Dezembro e voltou a atender em Janeiro, mas logo em Fevereiro fez uma cirurgia e está de licença, porém nenhum substituto foi encaminhado para seguir com os atendimentos.

Atravessar a calçada da Rua Operários no bairro de Olarias tem sido uma dificuldade para os moradores da região, já que precisam dividir espaços com uma caçamba de entulhos e materiais de construção, que não obedecem às normas impostas pela Secretaria de Urbanismo do Município.