vilaliane1-09-05-11Falta de limpeza recorrente em terrenos baldios causa transtorno aos moradores do bairro Órfãs. Prefeitura age aplicando multas em proprietários, mediante denúncias de maus cuidados.   

EDITORIAL: Se cada um fizer a sua parte...

Espaços vazios propiciam criminalidade

Acúmulo de lixo contribui para proliferação de animais

Falta de manutenção nos terrenos baldios acarreta multa

Áudio:{audio}images/audio/Audioterrenosbaldios.mp3{/audio}



Os terrenos não edificados são um problema antigo espalhado por toda a cidade de Ponta Grossa. Mensalmente são 200 denúncias à Vigilância Sanitária sobre a questão.

Na Vila Liane, o presidente da Associação de Moradores, Osni José dos Santos, diz que a situação não é diferente: mato que cresce, animais no ambiente, lixo domiciliar e de construção e lugar propício para arruaça, uso de drogas e falta de segurança.

“No caso de alguns terrenos, os moradores admitem que não vão construir e nem vender, querem só esperar valorizar no mercado imobiliário”, afirma Osni. É um direito de o proprietário manter o terreno consigo e dar a ele o fim que desejar, porém, deve fazer a manutenção do mesmo, cortando o mato espesso, fazendo muros e conservando as calçadas para a população.

vilaliane2-09-05-11É seguindo esse mesmo ponto de vista que o diretor do Departamento de Serviços Públicos, Geraldo Kapp, atribui a causa do problema. “Os proprietários que ficam esperando a valorização não pensam no bairro como um todo e esquecem que os problemas causados por falta de cuidado afetam os vizinhos”.

A Prefeitura não é responsável por esta manutenção, apenas por cobrar multas. A Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses averiguam as denúncias de falta de cuidados relacionadas aos animais que proliferam no ambiente - como ratos, escorpiões, baratas e dengue.

Quanto à falta de segurança, a delegacia confirma o uso destes terrenos como esconderijo de material roubado e para uso ilícito de drogas.

 

Próximo bloco:  Espaços vazios propiciam criminalidade