altPagamento de direitos, fornecimento de benefícios e dúvidas previdenciárias compõem a lista dos temas mais recorrentes nas consultas.

O Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio, Conservação, Limpeza Urbana Ambiental, Áreas Verdes, Vias Rodoferroviárias e Similares de Ponta Grossa (Siemaco) mantém duas profissionais para orientação jurídica dos associados.

De acordo com a advogada Andressa Soltes Fernandes, o número de atendimentos aumenta consideravelmente com a proximidade do fim do ano, quando chegam a ser feitas mais de 200 consultas ao mês.

Ela conta que as maiores dúvidas se referem a diferença de salários, recolhimento do Fundo de Garantia, pagamento de horas-extras, direito ao ticket refeição e vale transporte, além de questões sobre acidente de trabalho e processos previdenciários.

As orientações gratuitas, que são feitas também pela advogada Michelle Fagundes Batista, se estendem a todos os trabalhadores associados da região de abrangência do Siemaco (Ponta Grossa, Campos Gerais e parte do sul do estado).

De acordo com Andressa Fernandes, um diferencial do sindicato é a manutenção de uma Câmara de Conciliação Prévia, através da qual o advogado do trabalhador pode, em parceria com o Siemaco, tentar intermediar um acordo entre a empresa e o funcionário. “A Câmara, muitas vezes, agiliza a resolução do problema e desafoga o Judiciário”, comenta a advogada.

Andressa conta, ainda, que muitas das reclamações têm a resolução prevista pela Convenção Coletiva de Trabalho, cuja última versão foi aprovada em janeiro de 2008. O documento orienta as ações de empregados e empregadores em diferentes assuntos, como assiduidade, plano de saúde, décimo terceiro salário, tíquete refeição e horas-extras.

As advogadas atendem mediante horário previamente agendado pelo telefone (42) 3222-8686. As consultas são feitas na própria sede do Sindicado (Travessa Lúcio de Mendonça, 29, ao lado da Igrejinha de Uvaranas).