altEmpregados de empresas de asseio, limpeza e conservação podem se filiar ao Siemaco para usufruir de assistência média e jurídica. Cerca de 50 empresas estão representadas no quadro de associados.
  

Aproximadamente 1.500 trabalhadores estão, atualmente, associados ao Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio, Conservação, Limpeza Urbana, ambiental, Áreas Verdes, Vias Ferroviárias e Similares de Ponta Grossa e Região (Siemaco). O dado é fornecido pela presidente, Maria Donizete Teixeira Alves. Ela explica que, para cada trabalhador associado, outras três pessoas são beneficiadas, conforme o levantamento do perfil familiar dos associados. 

Segundo a presidente, a convenção coletiva aprovada em janeiro último prevê a garantia da assistência médica com atendimento de todas as especialidades, mais de 200 tipos de exames laboratoriais e assistência à família. Para isso, além dos R$13,00 de mensalidade do sindicato, o trabalhador paga uma taxa de R$20,00 de convênio médico.

Maria Donizete ressalta, no entanto, que mesmo os que não mantêm o convênio médico têm direito a assistência, mas apenas para si próprio. 

A partir dos convênios firmados pelo Siemaco, os associados podem requerer descontos em diversas empresas da cidade. No início do ano, os trabalhadores que têm filhos em idade escolar ganham uma bolsa com o material.

Para se associar, basta apresentar documentos de CPF e RG, comprovante de endereço e documentos que comprovem que há dependentes legais (filhos menores de 18 anos e cônjuge).