O bairro da Ronda fica nas proximidades do centro de Ponta Grossa, mas tem apenas uma praça e nenhum ginásio de esportes. A praça Hulda Roedel, tem playground, academia ao ar livre e uma quadra sem cobertura. Algumas dessas estruturas estão danificadas, há falta de lixeiras no local e a iluminação à noite é fraca.

 

Segundo o Diretor de Projetos e Planejamento Urbano, Paulo Eduardo Oliveira de Barros, o bairro já tem estruturas consolidadas. “O maior problema deve ser a manutenção, que deve ser feita pela Secretaria de Obras”, explica. Ele também diz que não há previsão de instalação de novas áreas de lazer na Ronda.

O morador do bairro, Ricardo Alexandre, diz que não tem muito tempo para ir à praça, mas leva seu filho para brincar lá. “Acho a praça boa, mas precisa de mais manutenção, alguns brinquedos estão quebrados”, diz.

Para ele, há uma falta de cultura em frequentar o espaço. A academia ao ar livre, que deveria ser usada pela terceira idade, não atinge esse público. Outra dificuldade é em relação à segurança: Ricardo acredita que as pessoas têm medo de vir ao local.

Valdir Oliveira é presidente da Associação de Moradores da Ronda, e afirma sentir falta de um ginásio de esportes no bairro. “A gente quer montar algumas equipes, mas não tem lugar para treinar”, diz.

Ele ressalta que a prefeitura deve cobrir em breve a quadra da praça Hulda Roedel, localizada em frente à Paróquia Santa Rita de Cássia. Isso para atender a demanda dos moradores e da paróquia Santa Rita, que utiliza o local para a tradicional “Festa das Nações”.