altEm meio às campanhas para eleições federais e estaduais, o Sindehtur lança a sua própria campanha: em defesa do voto consciente. A iniciativa surgiu pela necessidade de o sindicato encontrar meios de fazer chegar as demandas de melhorias para os trabalhadores até os representantes públicos. Para manifestar a sua posição, o Sindehtur aproveitou o próprio jornal interno.


A terceira edição do jornal A voz do trabalhador, periódico do Sindicato dos Empregados no Comércio Hoteleiro e Similares e em Turismo e Hospitalidade de Ponta Grossa (Sindehtur), traz na primeira página uma campanha pelo voto consciente nas eleições desse ano.

A frase “O voto é uma procuração assinada em branco”, lançada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (Contratuh), dá o tom da posição defendida pelas instituições.
              
O presidente do Sindehtur, José Guimarães, explica que o voto é entendido através dessa percepção por ser uma confiança atribuída sem nenhuma garantia de que o candidato vai de fato cumprir com as suas promessas.

“Por isso nós defendemos a escolha do melhor representante para os trabalhadores. Temos que eleger aquele que pode defender os nossos interesses, inclusive na esfera federal”, argumenta o presidente.

Para Guimarães, o jornal é a melhor maneira de o Sindehtur divulgar as preocupações dos trabalhadores em relação ao tema das eleições. Assim, considera o texto uma explicação do pensamento do sindicato sobre o voto, a procuração, a consciência e a responsabilidade.

“Hoje, para o trabalhador, está difícil. Inclusive nas negociações com o sindicato patronal”, afirma o presidente.

Por ter sido uma iniciativa específica para a época da campanha eleitoral, a medida acabou coincidindo com a aplicação da lei da “Ficha Limpa”. Este projeto foi aprovado a partir da mobilização da população, comprovando como essas pequenas iniciativas influenciam nas decisões do coletivo.

Essa última edição do jornal “A Voz do Trabalhador” é respectiva aos meses de agosto, setembro e outubro. Para conseguir manter a publicação, o Sindehtur depende da colaboração de amigos que ajudam a viabilizar cada edição com publicidade e matérias pagas. 

Jornal "A Voz do Trabalhador"
Edição de agosto, setembro e outubro
Edição de fevereiro, março e abril