A reivindicação dos agentes de saúde em Ponta Grossa é antiga. Eles pedem o repasse total do valor enviado pelo governo federal (R$ 950,00) ao município.

 

Hoje, a prefeitura destina apenas R$ 745,80 à categoria. Além do salário, os funcionários recebem  mais o adicional de insalubridade, que é de 20% do salário mínimo (R$ 135,60).

Na próxima segunda-feira, o projeto de lei que fixa o salário da categoria em R$ 814,40 mais insalubridade será votado na Câmara dos Vereaores, o valor está abaixo do esperado por parte da categoria.

Este grupo entende que com a nova proposta, o município não estaria pagando o valor da insalubridade (R$ 814,40 + R$ 135,60 = R$ 950,00).

Porém, há agentes que preferem receber o valor proposto pela prefeitura e depois discutir um novo aumento, até chegar à R$ 950,00 mais a insalubridade.

Antes da sessão que vai votar o aumento, os agentes de saúde devem apresentar uma consulta à categoria que determina a posição favorável ou contrária dos servidores sobre o projeto será votado.

Arquivo Comunitário: 05/09/2013 - Zeladores municipais elaboram pauta de reivindicações para a prefeitura